Bonito por natureza

Como descrever uma cidade com este nome? Até porque ela não é só bonita, é de cair o queixo… Sua beleza natural parece uma pintura, e o melhor fica aqui no Brasil. Existem tantas belezas naturais que você não saberá qual visitar primeiro. Vale à pena reservar alguns dias para relaxar neste paraíso, pólo do ecoturismo a nível mundial.

A viagem inicia no aeroporto de Campo Grande, capital do MS. Existem vans, ônibus que fazem traslados, mas optei por alugar um carro. São mais ou menos 3 horas e meia de estrada, com lindas paisagens. Com sorte, verá bandos de tucanos e araras, jacarés tentando atravessar a estrada e outros animais.

A cidade é repleta de hotéis, pousadas e resorts a sua escolha. Os passeios podem ser contratados nas agencias de turismo da cidade, mas aconselho fazer via internet, com antecedência, pois existe um numero pré-fixado de visitantes por dia, para cada local, então é melhor garantir sua vaga!

E por falar em passeios, fica difícil dizer qual deles é o mais emocionante, o que enche mais os olhos, que te deixa mais perto das maravilhas naturais que este local pode oferecer.

Vamos então falar um pouco dos passeios, pra que você faça as malas agora mesmo!

Começando pelos passeios de aventura, o Abismo Anhumas é o mais pedido deles, e necessita de um bom preparo físico, é feito por rapel de 72 metros de altura (cada percurso – descida e subida), através de uma fenda em uma rocha, que leva você a uma caverna com lindas formações de calcário e águas cristalinas, com direito a mergulho. Além deste tem também o Boia Cross, Bote no Rio Formoso, Passeio de Quadriciclo, Dive em Bonito, Arvorismo.

Abismo Anhumas, o rappel para chegar a esta magnífica paisagem. Crédito de imagem Marcelo Krause
Abismo Anhumas, o rappel para chegar a esta magnífica paisagem. Crédito de imagem Marcelo Krause

Que tal grutas? A Gruta do Lago Azul é outra beleza de tirar o fôlego. Após percorrer uma trilha, chegarás ao lindo lago, de águas azuis, com mais de 80m de profundidade. Devido a sua fragilidade não é permitido nadar, somente observar. Foi transformada em Monumento Natural para garantir sua preservação. Alem deste também tem a Gruta de São Miguel.

Gruta do Lago Azul. Crédito de imagem SETUR
Gruta do Lago Azul. Crédito de imagem SETUR

Para relaxar o dia todo, a pedida é o Balneário Municipal, banhado pelas águas cristalinas do Rio Formoso, te dá o privilégio de nadar com a diversidade de peixes coloridos que por lá nadam. Conta com estacionamento e banheiros, além de restaurantes e lanchonetes. Além deste balneário, poderás visitar o Ilha Bonita, do Sol, do Padre, e a Praia da Figueira.

Balneário Municipal, imagem aérea. Crédito imagem SECTUR
Balneário Municipal, imagem aérea. Crédito imagem SECTUR

Refrescar-se nas cachoeiras é outra boa pedida. O tour Boca da Onça é o mais famoso deles, composto por trilhas na mata nativa, banhos em piscinas de águas límpidas, chegando a mais alta cachoeira do estado, a Boca da Onça, com 156m de altura. Diversão pro dia inteiro. Além desta também tem a do Rio do Peixe, a da Estância Mimosa e o Parque das Cachoeiras.

Boca da Onça. Crédito de imagem SETUR
Boca da Onça. Crédito de imagem SETUR

O que você não pode deixar de fazer é um passeio de flutuação, nas águas transparentes deste lugar mágico. Entre os mais falados está o do Rio da Prata, que inicia com curta trilha pela mata, chegando ao Olho D’água onde inicia a flutuação. O local é deslumbrante, a água nem se fala, parece que você está voando de tão limpa, com peixes por todos os lados. Após o percurso é servido um almoço típico pantaneiro, na propriedade. Existem outras opções: Barra do Sucuri, Rio Formoso, Lagoa Misteriosa, Rio Sucuri, entre outros.

Flutuação no rio. Uma união com a natureza, que arrasa neste lugar. Crédito de imagem Marcos Leonardo, divulgação SETUR
Flutuação no rio. Uma união com a natureza, que arrasa neste lugar. Crédito de imagem Marcos Leonardo, divulgação SETUR

E não se esqueça que também existem os tours de contemplação. O Buraco das Araras consiste em trilha ao redor de uma dolina (buraco) de 124m de profundidade, onde diversas araras vermelhas se encontram ao cair do dia. Há também o Projeto Jibóia e a Fábrica de Cachaças Taboa.

Não podemos deixar de falar nas opções de saídas noturnas, que ficam a cargos dos restaurantes com suas gastronomias locais e bares. Entre os mais pedidos, a Casa do João Bar e Restaurante, com uma moqueca pantaneira de primeira, ambiente que lembra o praiano com um pouco de sofisticação e boa gastronomia; Pastelaria Pastel Bonito, com pasteis de carne de jacaré, uma delícia! O Taboa Bar, com cachaça que levam seu nome é o ponto de encontro de jovens, com música boa e descontração.

Pastel Bonito, com carne de jacaré. Credito Surian Dupont
Pastel Bonito, com carne de jacaré. Credito Surian Dupont

O que você está esperando pra fazer as malas? Vá desfrutar deste paraíso, o que não faltaram são opções! Você voltará com gostinho de quero mais…

Falando em gostinho, uma receita pra você sentir o gostinho deste lugar incrível. Sensações palatáveis estas, em sua maioria só indo lá pra provar, como as do pequi, carne de jacaré, pacu, guariroba.

Vamos aos Ingredientes do Cumandá Quesu (Feijão com Queijo)

1 pacote de feijão verde

½ queijo frescal ralado grosso

óleo

sal a gosto

4 cebolas picadas

4 tomates picados

1 maço de salsa picada

1 maço de cebolinha

2 copos de nata ou leite

alho a gosto

 

Como Fazer:

Cozinhe o feijão até amolecer. Depois frite a cebola, o tomate, o pimentão e o alho. Misture no feijão e deixar refogar juntos. Colocar a nata, o sal, a salsa e queijo ralado.

Sirva bem quente. E aproveite o sabor do seu próximo destino…

Leia mais sobre turismo de aventura: saborosa-portugal